Com o apoio da Unesco, utilizando recursos do Criança Esperança, a EMR desenvolveu entre os anos de 2007 e 2012 quatro edições de um projeto que contribuiu enormemente para o aprimoramento de seu trabalho no campo da prática de conjunto e na formação de monitores. Apesar da mudança no nome – Orquestra de Sopros e Cordas Dedilhadas (2007 e 2008) e Multiplicadores para o Ensino da Música (2010 e 2012) – tratava-se de uma ação estruturada a partir dos mesmos objetivos, com algumas variantes a cada edição.

Want to know last news?

Subscribe